Bebê raptado pelo pai no ES é encontrado em São Paulo


Afirmação é da mãe do bebê, que recebeu ligação do delegado que investiga o caso

O bebê de 10 meses Ravi Pietro de Carvalho Pinho, que tinha sido raptado pelo pai, Rodrigo Carvalho Pinho, de 38 anos, no dia 18 de abril, foi encontrado nesta terça-feira (30) em São Paulo. O caso aconteceu em Santa Maria de Jetibá, Região Serrana do Espírito Santo. Patrícia Paula Bull, de 27 anos, conversou com o Gazeta Online e contou que recebeu uma ligação do delegado que investiga o caso nesta terça-feira (30). 

Segundo a mãe, o delegado Diego Aleluia informou sobre a prisão de Rodrigo Carvalho Pinho e disse que o bebê está bem. Ainda de acordo com Patrícia, ela deve ir a São Paulo nesta quarta-feira (1º). Na última quinta-feira (25), Patrícia deu uma entrevista e falou sobre a dor e a angústia de ter o filho levado pelo ex-companheiro.

Patrícia mora com a mãe, o irmão e a filha mais velha do primeiro casamento, na zona rural de Santa Maria de Jetibá. Ela tinha uma união estável com Rodrigo, com quem teve o Ravi. O pai fazia visita à criança e aproveitou um momento de distração para levar o bebê, que estava sob os cuidados da avó. “Quando nós vimos, ele já estava indo embora já”, revela a avó, Érica Salsenburg Paula. 

RELACIONAMENTO CONTURBADO

O relacionamento com Rodrigo era conturbado e durou menos de dois anos, segundo Patrícia. No terceiro mês de gravidez, ela procurou a polícia e denunciou o companheiro, dizendo que estava sofrendo agressões psicológicas e físicas, além de ameaças de morte. Patrícia chegou a fazer três boletins de ocorrência. 

Há cerca de um mês, Patrícia conseguiu uma medida protetiva, fato que deixou Rodrigo revoltado. Após raptar o filho, o ex-companheiro deixou um bilhete na cama dela dizendo para ela não se preocupar e que jamais aceitaria ficar sem o filho. E, que se ela retirar o pedido na Justiça poderia voltar. No outro dia, mandou uma mensagem no celular ameaçando se matar e matar o filho, caso eles se separassem.

Fonte: Gazeta Online


Postar um comentário

0 Comentários