Com mais de 60 homicídios registrados em 2019, Cariacica vai participar de projeto-piloto de combate à criminalidade

intenção é colocar a União na linha de frente do combate ao crime


Cariacica teve 63 homicídios registrados de janeiro a abril deste ano, segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp). Devido ao alto índice, o município da Grande Vitória foi escolhido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública para fazer parte de um projeto-piloto que vai realizar, a partir de julho, ações conjugadas das polícias Rodoviária e Federal, além da Força Nacional, das polícias civil e militar municipais
O plano deve colocar em prática ações de repressão junto com medidas de caráter social. 
"A previsão é de que até o dia 28 de junho a gente finalize o planejamento e a partir de julho já entre a parte operacional na cidade. Devemos ter 20 homens da Polícia Civil da Força Nacional, mais 80 homens entre polícias Militar e Federal", afirmou o prefeito de Cariacica, Juninho.
Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o Brasil registra cerca de 60 mil assassinatos por ano. Isso levou o Ministério da Justiça e Segurança Pública a tomar uma estratégia. 
"É um projeto da União, no sentido de que ela envolve tanto o Governo Federal, como o Governo Estadual e o município escolhido para a realização desse projeto. Se o projeto-piloto for bem sucedido, isso vai ser expandido para outros municípios durante esse governo", explicou o ministro Sérgio Moro. 
Cariacica foi escolhida junto com outros quatro municípios brasileiros: Ananindeua (PA), Goiânia (PA), Paulista (PE) e São José dos Pinhais (PR). O lançamento aconteceu na quarta-feira (15) em Brasília (DF), com a presença do prefeito Juninho. Ele entregou diretamente ao ministro um projeto de implantação da Guarda Municipal. 
Outro projeto para modernizar e ampliar o parque de videomonitoramento da cidade foi entregue ao general Guilherme Theophilo, Secre´tário Nacional de Segurança e, segundo o prefeito, serão apreciados pelo Ministério da Justiça.
"Cariacica foi a primeira cidade das cinco escolhidas pelo programa, que já apresentou uma proposta que já estava sendo implantada aqui na cidade, como o parque de videomonitoramento, que é apenas um item da nossa nova plataforma de inteligência para segurança pública", disse Juninho.
De acordo com Sérgio Moro, o critério principal adotado foram os altos índices de crimes violentos nesses municípios, aliados a outros fatores específicos relacionados especialmente à questão de ser um projeto-piloto, que é uma experiência em desenvolvimento.
Por Folha Vitória

Postar um comentário

0 Comentários