Filho de pastor é assassinado a tiro na Serra


Vítima chegou a correr para um bar, onde caiu e não resistiu aos ferimentos

Um pintor de 34 anos, filho de um pastor, foi morto com um tiro no peito, na noite desta quarta-feira (1º), no bairro Nova Carapina II, na Serra. A vítima chegou a correr para um bar, onde caiu e não resistiu aos ferimentos.

De acordo com testemunhas, Adenilson de Carvalho Dias, conversava com amigos na rua Tucuruí, quando um criminoso armado chegou e, sem falar nada, efetuou alguns disparos.

Familiares da vitima estiveram no local do crime e disseram que o pintor mantinha envolvimento com o tráfico de drogas, além de já ter sido preso outras vezes. Eles não souberam informar por quais crimes.

O pai de Adenilson, muito abalado e com os olhos em lágrimas, contou que - devido aos vícios do filho -, já esperava que algo de ruim fosse acontecer com ele. Segundo ele, a família já tentou internar o pintor em casas de reabilitaçoes, pelo menos três vezes.

"Não foi por falta de aviso. Já tive revelações de Deus, me mostrando que isso aconteceria com ele, mas ele dizia que o Deus dele era o capeta", disse Ataíde Jesus Dias, que é pastor da igreja Assembleia de Deus do bairro e pai da vítima.

Um primo do pintor, muito emocionado, concordou com o pai da vítima e disse que também lhe deu conselhos. " Na família dele, todo mundo conhece a palavra, inclusive ele, que já frequentou a igreja, ainda adolescente, mas não quis ouvir os conselho, agora quem sofre, somos nós familiares", disse o torneiro mecânico Fábio Rodrigues, de 31 anos.

O caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Crimes Contra à Vida (DCCV) da Serra.

Fonte: Tribuma Online

Postar um comentário

0 Comentários