Grávida de nove meses é estrangulada e bebê é arrancado de seu útero

Uma mulher identificada como Clarisa Figueroa, de 46 anos, e a filha, Desiree, de 24 anos, foram indiciadas por suposto estrangulamento


Uma jovem de 19 anos, grávida de 9 meses, foi estrangulada e teve a barriga cortada com uma faca, nos Estados Unidos. O caso aconteceu em Chicago e como o bebê foi arrancado do útero da mãe, identificada como Marlen Ochoa-Lopez,
as autoridades suspeitam que seja um caso de sequestro fetal. De acordo com um canal norte-americano, o bebê Yadiel está internado na UTI em estado crítico. 

A jovem desapareceu após uma troca de mensagens em um grupo de mães no Facebook. Durante as conversas, uma mulher afirmou que tinha roupas de criança para doar e ela entrou em contato para buscá-los. Depois disso, Marlen não foi mais vista. 
Uma mulher identificada como Clarisa Figueroa, de 46 anos, e a filha, Desiree, de 24 anos, foram indiciadas por suposto estrangulamento, além de cortar a barriga da mulher e tirado o bebê.


Postar um comentário

0 Comentários