Tudo o que você precisa saber para tirar carteira de habilitação gratuita


São 5 mil chances para tirar carteira sem pagar nada. Inscrições para as primeiras 2,5 mil vagas do programa vão até o dia 15 de maio no site do Detran

O governo do Estado vai oferecer 5 mil vagas para tirar Carteira Nacional de Habilitação de Graça. As inscrições para as primeiras 2,5 mil começaram ontem e vão até dia 15, pelo programa CNH social . 

A renda familiar de cada candidato deve ser de, no máximo, dois salários mínimos. O candidato também precisa estar inserido no Cadastro Único ( CadÚnico ), do Governo Federal. O programa vai oferecer 25 mil habilitações em diversas categorias até 2022, com um investimento previsto de R$ 40 milhões.

As inscrições são feitas pelo site do Detran-ES e o resultado com o nome de 2.500 selecionados será anunciado no dia 20 de maio. As 2.500 vagas da segunda etapa serão oferecidas em outro processo, em setembro. 

O diretor-geral do Detran no Espírito Santo, Givaldo Vieira, informou que 2 mil vagas serão para as categorias A ou B (moto e carros de passeio), no caso de quem vai tirar a primeira habilitação. Outras mil vagas são de adição de categoria, para quem, por exemplo, tem carteira de moto e quer uma habilitação para carros de passeio, da categoria B. 

“Apresentamos o programa aos Centros de Formação de Condutores e às clínicas para que todos possamos fazer acontecer esta importante política pública que tem como prioridade a capacitação de novos profissionais para o mercado”, explicou Givaldo Vieira. 

EMPREGO 

O governo estadual afirmou que a geração de empregos é o principal foco do programa. Duas mil vagas são para as categorias D (vans, micro-ônibus e ônibus) e E (carretas e caminhões de maior porte). Entre as 5 mil vagas, 250 serão destinadas para pessoas com deficiência. 

Uma novidade para a nova edição do programa é a criação de uma lista de espera automática durante o processo seletivo. Caso o candidato reprove ou desista do processo, outra pessoa, que está nessa fila, será chamada para preencher a vaga. O participante do programa tem direito a pelo menos uma reprovação durante o curso de formação na autoescola. 

PROGRAMA CNH SOCIAL 

Inscrições 

Período 
De 6 a 15 de maio 

Como fazer 

No site do Detran-ES: www.detran.es.gov.br 

Resultado 

Dia 20 de maio 

Vagas 

Duas etapas 

Em 2019 serão oferecidas 5 mil vagas, divididas em duas etapas. Serão 2.500 agora e outras 2.500 em setembro. 

Divisão 

As 5 mil vagas que devem ser oferecidas em 2019 serão divididas da seguinte forma: 

2 mil vagas - primeira habilitação (categorias A e B) 

1 mil vagas

 - para adição de categoria 

2 mil vagas - Mudança de categoria (D e E): 

250 vagas -para pessoas com deficiência (5% do total) 

Quem pode fazer 

Critérios 

Pessoas que tenham uma renda familiar de, no máximo, dois salários-mínimos. O candidato também precisa estar inserido no Cadastro Único para programas sociais (CadÚnico), do Governo Federal. 

Para quem não tem 

Quem não está inscrito no CadÚnico do governo federal e deseja se inscrever pode fazê-lo para participar da segunda etapa do programa que será em setembro 

Inscrição no CadÚnico 

Essas inscrições no cadastro podem ser feitas no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de cada município. 

Programa 

Mais vagas 

Devem ser oferecidas ano a ano. A previsão é que sejam ofertadas até 2022, 25 mil vagas de CNH. 

Investimento 

O governo do Estado anunciou que pretende investir R$ 40 milhões no programa até 2022. 

Cursos 

Os participantes também poderão fazer cursos profissionalizantes, como de transporte de carga pesada ou de ambulância, para facilitar o ingresso no mercado 

ALÉM DA CNH, CURSOS DE GRAÇA

Ambulância: um dos cursos será para dirigir esses veículos

Os motoristas habilitados por meio da primeira etapa do programa CNH social 2019 terão direito a fazer cursos profissionalizantes. A proposta visa a geração de empregos nas áreas de cargas perigosas, ambulâncias e motociclista e foi divulgada ontem pelo Detran-ES. 

A edição desse ano foca na empregabilidade, por isso, os contemplados pelo projeto terão a chance de especialização em modalidades que gerem renda. Aliado a esse princípio, duas mil das cinco mil vagas oferecidas pelo programa serão destinadas para as categorias D (vans, micro-ônibus e ônibus) e E (carretas e caminhões de maior porte). 

"Nós estamos aumentando o número de vagas para aquelas categorias para que as pessoas possam conseguir renda e emprego. Maiores oportunidades serão dadas para as categorias profissionais e para adição de categoria, para mais oportunidades de renda", afirma o diretor-geral do Detran no Espírito Santo, Givaldo Vieira. 

Outras duas mil vagas serão para as categorias A ou B (moto e carros de passeio), no caso de quem vai tirar a primeira habilitação, e mil para adição de categoria.

Postar um comentário

0 Comentários