Você já viu um sprite? Fotógrafo capta incrível fenômeno



Se você já viu uma luz vermelha gigante iluminar o céu noturno por uma fração de segundo durante alguma das tempestades que já presenciou na vida, pode ficar tranquilo: não significa que o apocalipse está começando ou que você está vendo coisas. O que você testemunhou provavelmente foi um sprite, uma descarga elétrica parecida com um raio que acontece na parte alta da atmosfera. Sprites são os mais conhecidos entre os fenômenos chamados Eventos Luminosos Transientes, descargas elétricas que produzem emissões ópticas de curta duração no céu.

Fotografar um sprite é o objetivo de vários fotógrafos. E foi isso o que fez o fotógrafo americano Paul Smith. Ele capturou o fenômeno na noite de quarta-feira (1 de maio), quando tempestades atingiram o noroeste do estado americano de Oklahoma. Smith posicionou-se cerca de 160km a sudeste das tempestades, na cidade de Anadarko, uma pequena comunidade a oeste de Oklahoma City, com uma população de pouco menos de 7 mil pessoas. Normalmente, essa distância é muito grande para tirar fotos de raios – a menos que você esteja procurando flashes de luz para iluminar nuvens distantes. Mas Smith não tinha sua câmera voltada para as tempestades. Seu foco estava acima delas, onde os sprites se formam.
Ao invés de nascer dentro das nuvens, eles distribuem suas cargas cerca de 50 a 80 km acima delas –  jatos comerciais, para efeitos de comparação, voam a uma altitude de nove a onze quilômetros de altitude. Os sprites ocorrem na mesosfera, local mais alto onde meteoros que chegam até a Terra entram em combustão.
“Corri um risco ao deixar minha câmera sozinha no escuro 1 milha longe de mim, mas acho que valeu a pena”, diz Smith em um Twitte com uma de suas fo













Postar um comentário

0 Comentários