Construção de píeres para implantação do aquaviário deve ser concluída neste ano, diz secretário



O secretário da Secretaria de Estado de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) espera que os prazos de fato sejam cumpridos como a pasta já planejou


Com a divulgação dos editais para a licitação da primeira etapa de implantação do aquaviário, o secretário de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, disse  que depois da fase de construção dos píeres para as instalações, a Semobi vai organizar a operação do sistema.
"Estamos tratando do ponto administrativo. Preciso do píer finalizado e, a partir disso, da construção dele, vamos divulgar novos editais para as operações dos barcos. Temos que ter o sistema da infraestrutura primeiro", afirmou Fábio Damasceno.
Com a implantação do Bilhete Único, o secretário garante que o aquaviário também é contemplado: "Não definimos como será integração, depende do crédito que o usuário terá. Nenhum modo de transporte que entrar a partir de amanhã, estará fora da integração".
Sem definir datas, o secretário da Secretaria de Estado de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) espera que os prazos de fato sejam cumpridos como a pasta já planejou. "Do pier será esse ano. Estamos começando a licitação da obra esse ano. Para o ano que vem já teremos a organização para a operação dos barcos".
No dia 16 de maio deste ano, o governador Renato Casagrande respondeu a uma pergunta da reportagem do Folha Vitória sobre o aquaviário, no Palácio Anchieta, e antecipou que o início do funcionamento será em 2020.
"É bem provável que até o final do ano que vem a gente já tenha o aquaviário à disposição para funcionar. Quando integrarmos todos os sistemas de transporte, as bicicletas poderão ser usadas também com nosso cartão único. Elas vão ser instaladas para facilitar o acesso dos usuários entre suas casas até os pontos de ônibus", disse o governador na ocasião.
Fábio Damasceno revela algumas referências para modelo do aquaviário que será implantado na Grande Vitória. "Temos Porto Alegre (RS), Porto Seguro (BA), Santos (SP), Nova Iorque (EUA), tem vários modelos que a gente analisou e estudou para implementar aqui".
O edital
O edital para a licitação da primeira etapa de implantação do aquaviário foi publicado na terça-feira (30). De acordo com o secretario de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, os quatro pontos previstos para a construção dos trapiches para atracagem dos barcos são Prainha (Vila Velha), Enseada do Suá, Centro (Vitória) e Porto de Santa (Cariacica).
Os serviços contemplam o desenvolvimento de Licenciamento Ambiental e os Projetos Básicos e Executivos de Engenharia para Construção de quatro novos Trapiches (píeres) na Baía de Vitória/ES.
A empresa vencedora terá um prazo de 150 dias para entregar os projetos, a contar da data da Ordem de Serviço. 

Postar um comentário

0 Comentários