VÍDEO | Capixaba clama por chuva ao ver caminhão pegando fogo e vídeo viraliza nas redes sociais

O vídeo mostra Luciano Dalmasio, que é morador de Piúma, ajoelhado às margens de uma rodovia clamando por chuva


Sabe aquela passagem bíblica que diz que a fé é capaz de mover montanhas? Um caminhoneiro capixaba, morador de Piúma, no litoral sul do Espírito Santo, se apegou a ela em um  momento de desespero e emocionou internautas de diversas regiões do Brasil. 
O vídeo, que ganhou as redes sociais nos últimos dias, mostra Luciano Dalmasio ajoelhado às margens de uma rodovia, no Maranhão, chorando e clamando à Deus por chuva ao ver seu caminhão pegando fogo. 
"Eu confio no meu Deus e Ele não há de me desamparar nesse momento de angústia, vendo a ferramenta de trabalho queimar lá, do nada. Eu só peço para Deus que mande água, que apague esse fogo, para que não queime esse baú e não queime o que está dentro dele", pediu o caminhoneiro. 
Logo depois, começa a chover na região em que ele estava e aos poucos as chamas do caminhão se apagam. Questionado por um outro homem que parou para ajudar, Luciano desabafou e falou também sobre a falta de união por parte da categoria. 
"A minha fé prevalece porque eu acredito no meu Deus. Eu pedi a chuva e Ele mandou a chuva. Nós temos que ter fé, temos que ser humildes. Poucos pararam para ajudar, eles passaram direto, não perguntaram nada. Isso é falta de união do caminhoneiro, do motorista, de um pai de família desesperado como eu estou aqui agora", desabafou. 
Foto: Reprodução/Facebook
O incêndio aconteceu na quinta-feira (18) e o capixaba, que trabalha como caminhoneiro há mais de 20 anos, chegou em casa no domingo (21). Ao lado dos filhos e da esposa, ele gravou um novo vídeo e agradeceu o apoio e ajuda que recebeu. Luciano pediu também mais união entre os motoristas. 
"Eu quero agradecer a todos vocês que me apoiaram e que me ajudaram em palavras pois não tem nada melhor do que isso. Eu quero agradecer também a todos os caminhoneiros que naquele momento de aflição não pararam. Que Deus abençoe a família deles, que conforte a mente deles de sabedoria para que, quando isso acontecer de novo, eles possam parar e perguntar se estamos precisando de algo. Eu sou caminhoneiro há 20 anos e eu jamais passaria em uma situação dessa e deixaria de parar. Então eu falo aos meus amigos caminhoneiros: 'vamos ser unidos'", enfatizou Luciano. 


Postar um comentário

0 Comentários